Formulário de Busca
FG

Independência do Brasil é marcada com desfile cívico em Palmas de Monte Alto

O evento organizado pelo Colégio Municipal Eliza Teixeira de Moura, se renova a cada ano

Publicado em 07/setembro/2018 - 19:33

As principais ruas da região central de Palmas de Monte Alto, no Sertão da Bahia, foram tomadas por centenas de pessoas na tarde desta sexta-feira (7), para homenagear os 40 anos do Colégio Eliza Teixeira de Moura e comemorar os 196 anos de Independência do Brasil.

Como o tema: “40 anos em movimento: Celebrando a Vida, semeando a Esperança”, o desfile cívico foi dividido em quatro atos: 1º Ato: “Vidas em Movimento”; 2 º Ato: “Nos Movimentos da História, A Explosão da vida Sertaneja”; T3º Ato: “Nos Movimentos do Eliza, Novos Modos de Ver o Mundo”; 4º Ato: “Nos Movimentos dos 40 anos, o Eliza Anuncia Um Novo Tempo”.

O evento organizado pelo Colégio Municipal Eliza Teixeira de Moura, se renova a cada ano. O secretário de Educação Domingos Rodrigues Porto Neto, disse a reportagem do portal Folha do Vale, que 1500 estudantes do ensino médio participaram do ato cívico, com uniformes, instrumentos musicais e passos marcados.

História do Desfile Cívico da Independência

O desfile do 7 de setembro em Palmas de Monte Alto, teve início na década de 50, com o objetivo de comemorar o Dia da Pátria e com isso atrair mais visitantes que vinham para a festa da Padroeira  Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens, no dia 08 de setembro.

O desfile de 7 de setembro começou nos últimos anos de 1950, apresentado pelo Grupo Escolar Marcelino Neves, primeiro prédio público da cidade, inaugurado no dia 7 de setembro de 1948. Nós primeiros anos, comemorava-se o dia da Pátria com sessão solene e mais tarde desfile cívico.

Em 1959, chega ao Marcelino Neves, à professora Hildete Alcântara Rocha, como diretora daquela Escola e com ela começa um período de entusiasmo nas festividades e comemorações do Marcelino Neves, principalmente no dia 7 de setembro. Os alunos uniformizados marchavam pelas ruas da cidade cantando hinos cívicos e nas paradas.

Em 1960, deu início aos desfiles cívicos alegóricos organizados por D. Hildete, alguns com encenações de fatos históricos em praça pública. Ela esteve na direção de Marcelino Neves durante 15 anos. Depois dela, vieram outras diretoras que ainda continuaram com este evento. Em 1965 foi fundado o Ginásio D. Justino Russolillo,o qual deu continuidade aos desfiles nos anos seguintes com a participação do Marcelino Neves, até os anos de 1970.

Em 1978, foi fundado o Colégio Municipal Eliza Teixeira de Moura e até 1980 os dois colégios desfilaram no 7 de setembro. Após ser fechado o D. Justino, o Eliza Teixeira de Moura deu continuidade até nossos dias.

O desfile do 7 de setembro em Palmas de Monte Alto já é uma festa tradicional que atrai pessoas não só da cidade, como também da região, tornando assim parte da cultura local, estando portanto registrado nas páginas da história desse município.

História do Brasil

As celebrações têm o intuito de homenagear a Pátria, que, neste mesmo dia de 1822, oficialmente deixava de ser colônia de Portugal e reconquistava sua soberania. A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, saiba como a data será comemorada em sua cidade.

Redação www folhadovale.net

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

Cartaz da programação da festa de 23 anos de emancipação política de Juvenília, no Norte de Minas Gerais. Foto: ASCOM.

Dupla sertaneja João Moreno e Mariano se apresenta neste sábado (21) em Juvenília

A dupla sertaneja João Moreno e Mariano se apresenta a partir das 21h, na Praça central da cidade de Juvenília, no Norte de Minas Gerais, neste sábado (21).

Enquete

Como você avalia os vereadores Malhada






Resultado parcial

CBR
© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados | WOWF