Formulário de Busca

Briga pela ‘paternidade’ da reabertura do banco do Brasil de Malhada deve ser decidida na Justiça

A disputa pela ‘paternidade’ da reabertura da agência do banco do Brasil, em Malhada, no Sudoeste da Bahia, entre o vice-prefeito e o vereador deverá ser decidida na Justiça, através de um exame de DNA, caso o superintendente Banco do Brasil não decida logo.

Publicado em 08/setembro/2019 - 08:07

O anúncio da reabertura da agência do banco do Brasil da cidade de Malhada, no Médio São Francisco, publicado pelo portal Folha do Vale, na tarde de sábado (07), gerou uma corrida entre o vice-prefeito Anselmo Alves Boa Sorte (PR) e o vereador Juliene Nunes (PT). Os políticos fizeram solicitações diferentes para que o banco fechado desde dezembro de 2017 fosse reaberto.

O interesse pela “paternidade” do pedido tem gerado uma discussão nas redes sociais, tudo para confirmar quem de fato é o pai. O vice e o vereador estiveram algumas vezes em Salvador e Brasília, solicitando que o banco fosse reaberto.

O debate teve início após o vice informar que suas solicitações pedindo pela reabertura do banco foram autorizadas na sexta-feira (06), pela Superintendência Estadual do Banco do Brasil. Minutos depois o vereador fez uma postagem na sua página no Fecebook, afirmando que esteve três vezes em Brasília lutando pela reabertura da agência. “AQUI NÃO É SÓ PALAVRAS SÃO PROVAS DE QUEM LUTOU”. 

Procurado pelo portal Folha do Vale, o banco do Brasil disse que não comentaria o assunto, mas afirmou que estava feliz. “Antes eu não tinha pai e era infeliz, mas agora tenho dois pais. Estou muito feliz…”, comentou Brasil.

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

Cartaz

“Despertai Juvenília Para Jesus” inicia nesta sexta-feira (14)

A cantora Aurelina Dourado, reconhecida nacionalmente entre o meio evangélico se apresentará no sábado (15), com sua filha Luana Dourado.

Enquete

....

CBR
© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados | WOWF