Formulário de Busca
FG

Senado vai colocar o STF no lugar que ele nunca deveria ter saído, diz Coronel

“Cada um dos ministros tem que ficar no seu devido lugar com a maturidade que o cargo impõe. Do jeito que as coisas andam, vamos ter que criar o Supremo Tribunal Divino já que o dos terráqueos está dando problemas”, falou o senador.

Publicado em 18/abril/2019 - 15:09

Foto: Reprodução / Geraldo Magela / Agência Senado

Senador pela Bahia, Angelo Coronel (PSD) aumentou o coro de críticas à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de censurar uma reportagem sobre o presidente da Corte, Dias Toffoli, que fazia relação com a empreiteira Odebrecht. Em entrevista ao Bahia Notícias, Coronel avaliou que o STF passou a causar problemas ao invés de resolvê-los. 

“O Senado está começando a formar uma opinião majoritária a respeito dessas ações de alguns ministros do STF. A Corte Suprema deveria resolver problemas do povo brasileiro, mas está os causando”, declarou Coronel. Apesar de se colocar contra a proliferação de notícias falsas, Coronel avaliou que a decisão do ministro Alexandre de Moraes feriu a liberdade de imprensa. 

Além de censurar judicialmente uma reportagem da revista Crusoé, o ministro do STF reafirmou nesta semana um inquérito em que apura, investiga e julga ataques contra colegas. O processo é questionado pela Procuradoria-Geral da República.

“O Senado começa a formar uma opinião majoritária sobre essas ações do STF. Acredito que a grande maioria de senadores vai começar a se insurgir para tomar decisões que coloquem a Corte Suprema no lugar de onde ele nunca deveria ter saído: do lugar da casa soberana da Justiça brasileira”, opinou Coronel. 

Coronel defendeu a investigação de ministros do Supremo que apresentam discordância do seu papel institucional: “O Senado pode ter que tomar uma posição para retirar algum ministro que não esteja exercendo o seu papel dentro dos ditames legais”. 

A Casa Legislativa até teve a oportunidade de instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar eventuais excessos do Judiciário. Apelidada de CPI da Lava Toga, o documento não contou com a assinatura dos senadores eleitos pela Bahia, Jaques Wagner (PT), Angelo Coronel (PSD) e Otto Alencar (PSD), e acabou protocolada pelo presidente Davi Alcolumbre (DEM). 

Sobre os mais recentes acontecimentos, Coronel ainda ironizou o STF querer atuar como o denunciante e o juiz no inquérito que investiga os ataques. “Cada um dos ministros tem que ficar no seu devido lugar com a maturidade que o cargo impõe. Do jeito que as coisas andam, vamos ter que criar o Supremo Tribunal Divino já que o dos terráqueos está dando problemas”, falou o senador

Por Bahia Notícias

Edição:

Comentários

Fretamento

Eventos

Vereador Gilvan Crente parabeniza Carinhanha pelos 110 anos de emancipação

Vereador Gilvan Crente parabeniza Carinhanha pelos 110 anos de emancipação

Enquete

Como você avalia os vereadores Malhada






Resultado parcial

CBR
© 2010-2018 Folha do Vale - Todos os direitos reservados | WOWF